domingo, 1 de março de 2009

Reformas sem dor de cabeça


Uma boa reforma só deve ter início após um projeto detalhado e um planejamento adequado. É preciso um memorial descritivo da obra e elaborar o cronograma físico e financeiro. Além desses passos fundamentais, é importante contratar profissionais competentes e conseguir a licença junto à prefeitura. Avaliar e conhecer a empresa que prestará os serviços, ter referência, conhecer trabalhos anteriores, profissionais qualificados e um contrato bem detalhado, no qual constem projetos memoriais e cronogramas, tudo reconhecido em cartório.

Investigar a idoneidade do empreiteiro.

1- Providências legais para reformar:

* Quando houver acréscimos de área, deve ser providenciada a planta com aprovação na prefeitura;

* Se houver apenas demolição de paredes antigas ou construção de novas, deve ser preenchido um formulário, que é a "comunicação de pequenos reparos", e entregue à prefeitura;

* Em qualquer destes casos é necessária a contratação de um profissional responsável e recolhimento de ART(Anotação de Responsabilidade Técnica junto ao CREA).


2- Cuidados da Reforma:

* As demolições devem seguir critérios técnicos e para isso é preciso acompanhamento de um engenheiro civil;

* As paredes novas devem ser criadas sobre estruturas previamente dimensionadas(lajes, vigas, pilares e fundações);

* Nos imóveis antigos(mais de vinte anos), deve-se trocar as tubulações de água e esgoto, as fiações e quadro de luz;

* Verificar também estruturas de telhados.


Obs: *Ao se trocar um telhado deve-se consultar um engenheiro civil para verificar o peso do novo telhado, pois a estrutura da casa deverá suportar um novo peso. Um exemplo seria a troca de um telhado com telhas de amianto por um telhado com telhas de cerâmica, pois este último terá além das telhas um estrutura de madeira, e caso a estrutura da casa não esteja apropriada, aparecerá com o tempo rachaduras nas paredes.

*Um detalhe importante é a escolha dos materiais, afinal produtos de qualidade terão garantias e são certificados junto àos órgãos competentes.

Nenhum comentário: