quarta-feira, 30 de novembro de 2011

RECICLAR FAZ PARTE

  Na decoração reciclar também faz parte.
  Com bom-senso e bom gosto podemos reciclar algumas peças, alguns objetos, e torná-los utencílios incríveis para a decoração de sua casa.
  Hoje a indústria utiliza deste artifício para criar peças que se pareçam recicladas, mas você mesmo pode produzir seu próprio móvel, ou adorno.
  Algo importante é ter o cuidado para não "carregar" o ambiente, não torná-lo poludído demais visualmente. Se for brincar com as cores, leve em conta um ambiente mais neutro em sua totalidade.
Para áreas externas as cores caem melhor, pois dão contraste pela grandiosidade do espaço.





  Na primeira foto, estas cadeiras de piscina foram feitas com base de caixote, utilizadas em grandes atacadistas para apoio das mercadorias; Já na segunda foto a mesinha de centro foi produzida com gravetos cortados todos no mesmo tamanho, colados e utlizado um tampo de vidro. Na terceira foto a pequena estante foi feita a partir de caixas de frutas, que podem ser encontradas em Ceasas ou em grandes Sacolões. Na quarta foto, vidros diversos foram pintados com tinta própria para vidro, e presas com arames, criado luminárias que podem ser utilizadas de diversas formas e em locais distintos. Na quinta foto, a indústria utilizou a idéia de reciclagem para criar um lustre de bolinhas de pingue-pong, bem criativo, o que não impede de ser criado por um leigo; e na última foto, os pneus foram magnificamente bem aproveitados em um jardim, pintados, dão uma aspecto alegre e o meio ambiente agradece.
  Hoje a importância da reciclagem, não apenas de materiais, objetos, mas também móveis em bom estado é importante. Se temos um móvel que está em bom estado, podemos trocá-lo, vendê-lo, doá-lo, ao invés de jogá-lo no lixo, em um lote vago, em um canto  no quintal, pois afinal este pode ser útil a outra pessoa. Devemos pensar no amanhã, onde não teremos espaço  para "jogar nossos lixos" e sim para reciclá-los, então vamos começar agora. O que não nos serve mais, serve a outra pessoa.

PROJETOS CORPORATIVOS

  Os Projetos Corporativos são muitos gostosos de se fazer, pois visa um coletivo e não apenas uma única pessoa ou uma família.
  A preocupação no local de trabalho é que ele se torne um lugar agradável a um número maior de pessoas, atendendo a normas técnicas, ergonômicas, a alguns critérios da empresa, enfim, são fatores relevantes para tornar um ambiente altamente adequado para pessoas que ficarão grande parte do seu tempo.
  As normas técnicas entram em relação à iluminação, piso, móveis, acústica, e várias outros. Ergonômia é um assunto que podemos escrever a parte, pois é bastante extenso e interessante. De extrema necessidade em um ambiente de trabalho, principalmente se este for um local onde as pessoas trabalham por mais de 06 horas sentadas.



sexta-feira, 4 de novembro de 2011

PROJETO APARTAMENTO NOVA LIMA

   A intensão do cliente é manter a integração dos ambientes. Sala de Estar, Sala de Jantar e Cozinha.
   Não foi feita nenhuma divisão, mesmo com móveis.
   Mesmo para um espaço pequeno, o cliente queria usar preto, foram usados então, um fundo no painel da TV preto, porém o restante do móvel foi feito com uma madeira mais clara. O tapete utilizado também foi preto, a mesa de jantar laqueada preta, a bancada da cozinha e uma bascula com vidro preto. O demais elementos são claros para que o ambiente fique mais leve.
  A iluminação também foi muito importante, além da central, foram colocados pontos de luz em locais específicos, lavando as paredes atrás do sofá, para foco no painel e na prateleira.
  O importante é deixar um espaço pequeno funcional, agradável e dentro do gosto do cliente.

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

CASA ARRUMADA

Carlos Drummond de Andrade (1902-1987)




Casa arrumada é assim:

Um lugar organizado, limpo, com espaço livre pra circulação e uma boa entrada de luz.

Mas casa, pra mim, tem que ser casa e não um centro cirúrgico, um cenário de novela

Tem gente que gasta muito tempo limpando, esterilizando, ajeitando os móveis, afofando as almofadas...

Não, eu prefiro viver numa casa onde eu bato o olho e percebo logo:

Aqui tem vida...

Casa com vida, pra mim, é aquela em que os livros saem das prateleiras

e os enfeites brincam de trocar de lugar.

Casa com vida tem fogão gasto pelo uso, pelo abuso das refeições fartas, que chamam todo mundo pra mesa da cozinha. Sofá sem mancha?

Tapete sem fio puxado?

Mesa sem marca de copo?

Tá na cara que é casa sem festa. E se o piso não tem arranhão, é porque ali ninguém dança. Casa com vida, pra mim, tem banheiro com vapor perfumado no meio da tarde.

Tem gaveta de entulho, daquelas que a gente guarda barbante, passaporte e vela de aniversário, tudo junto...

Casa com vida é aquela em que a gente entra e se sente bem-vinda.

A que está sempre pronta pros amigos, filhos... Netos, pros vizinhos...

E nos quartos, se possível, tem lençóis revirados por gente que brinca ou namora a qualquer hora do dia.

Casa com vida é aquela que a gente arruma pra ficar com a cara da gente.

Arrume a sua casa todos os dias...


Mas arrume de um jeito que lhe sobre tempo pra viver nela...

E reconhecer nela o seu lugar.

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

VERMELHO E PRETO NA DECORAÇÃO

  O uso do vermelho e o preto na decoração devem ser balanceados, mas nada impedem de estarem juntos no mesmo ambiente.
  O vermelho é uma cor primária, quente, impactante, expressiva, associada ao fogo, ao amor, à sensualidade. É uma cor que nunca sai de moda.
  O preto é a falta de cor (quando luz) e a mistura de todas as cores (quando pigmento-tinta). É o tudo ou o nada, depende...
  Quando bem usado, é clássico, moderno, misterioso, sofisticado, e dá profundidade. Quando mal usado, escurece, entristece, pesa.
  Se o ambiente for pequeno pode se usar pequenas doses, mas se o ambiente é maior, mais amplo, e bem iluminado, pode usar uma quantidade maior da cor preta. Por ser uma cor neutra, há várias possibilidades.
  Em pequenas porções, as peças vermelhas e/ou pretas formam um conjunto belíssimo e chique, essas cores bem utilizadas tornam a decoração elegante.



  As fotos acima são de uma residência que decorei, onde a cliente escolheu utilizar as cores vermelho e preto em quase todos os ambientes da casa.  Podemos ver na 1º foto, onde na sala de TV foram utilizados pequenos elementos por ser um espaço menor. Na 2º foto, na sala de jantar, o preto prevaleceu, e o vermelho usado em objetos que podem ser substituídos, como adornos e pufs. E na 3º foto, a cozinha, foi onde as cores ficaram em maior evidência, a pedido da cliente. Para suavizar o ambiente, utilizei os  móveis na cor branca e vidro. 

sexta-feira, 29 de julho de 2011

FAUNA QUE INSPIRA

    Descontraídas, leves, misturadas, as estampas de animais invadem os ambientes. Em quartos, salas, banheiros, escritórios, vão de simples detalhes até grandes estampas.
    Escolha tons claros, mais adequados aos ambientes mais íntimos e relaxantes. Depois, combine-os do seu jeito.
    Aposte em tendências mais fortes, couros, pêlos, em móveis mais pesados de madeira e fibras nas salas e escritórios.
    Nos banhos usem toques mais leves, mais detalhes, peças pequenas.




    Vale a pena investir em detalhes, como almofadas e pequenos objetos,  utensílios de cozinha, velas, potes para banheiro, etc. Tapetes dispostos de forma simétrica e arranjos de parede.
    Cobra, girafa, onça, zebra, enfim, as estampas dominaram. Com bom gosto e cuidado torna os ambientes chiques e acolhedores.




APAIXONADOS POR DESIGN

A paixão pelo design deixou de ocupar apenas os espaços residênciais, os escritórios, e passou a ocupar o corpo dos designers.
As tatuagens comuns como estrelas, flores, borboletas, tribais, estão sendo trocadas por peças de designers. Você se arriscaria a imaginar a sua?
Veja alguns modelos abaixo:



terça-feira, 24 de maio de 2011

COM OS DIAS CONTADOS

A exemplo de outros países que seguem o mesmo caminho, até o ano de 2016 o Brasil terá banido do mercado as lâmpadas incandescentes.

A medida do Governo Federal para reduzir o consumo de energia no país deve elevar a demanda pelos modelos fluorescentes compactos. Mas, apesar da significativa economia de energia, as lâmpadas mais eficientes ainda carecem de fabricantes nacionais - hoje, 100% do produto vendido por aqui é fruto de importação, principalmente da China, e de empresas cacapcitadas para fazer a reciclagem adequada dos materiais.
 

NOVOS MATERIAS

                                
A "madeira plástica" veio para substituir a madeira das árvores. Resultado da mistura de fibras vegetais, plástico reciclável, como embalagens de produtos de limpeza e até sobras de fraldas descartáveis, e também borra de café. O material que sobra da produção das indústrias é moído e prensado a uma temperatura de 200º.


Por ser resistente e de altíssima durabilidade, esse material substitui a madeira natural em diversas aplicações: no revestimento de pisos e paredes e até em escadas, decks, cercas, móveis.

A aparência do novo material não deixa nada a desejar ao visual da tradicional madeira. O diretor da fábrica que produz o novo material, Marcelo Queiroga, lista os benefícios: "Não precisa de manutenção e nem envernizar. E, se entrar dez quilos de resíduos na fábrica, serão dez quilos de madeira plástica produzidas.”
 

O melhor de tudo, é que o produto evita o corte de árvores e ainda retira da natureza resíduos que acabariam em lixões e ateros sanitários.
São encontrados em 7 cores diferentes.

Fonte: http://www.ecowoodrio.com.br/

terça-feira, 22 de março de 2011

O rosa antigo em alta

  A cor é atual e feminina, romântica, porém contemporânea. Uma cor carregada de nostalgia, inspirando sentimentalismo há séculos.
  Hoje equilibra os ambientes por ser um tom neutro. É um verdadeiro curinga na decoração.
  Pode-se combinar este tom com madeira, com mobiliário preto e objetos de aço inoxidável.
  Em geral, essa cor que remete ao romantismo resiste ao tempo sem perder o seu encanto e a sua delicadeza.



segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

DECORAÇÃO RETRÔ

  Maravilhoso como a moda também faz parte da decoração. Os objetos retrôs voltaram a mil. E as peças estão lindíssimas, tornando os ambientes charmosos, com toques do passado.
  Mesmo com tanta modernidade, os objetos antigos aguçam no mínimo a curiosidade das pessoas.






Não somente nas peças, mas também nos acabamentos, as lembranças do período de 1950 a 1970 dão um toque de personalidade dos ambientes.


Outra idéia interessante que está voltando com força total é a utilização do papel de parede, e a utilização de papéis com desenhos psicodélicos.







  

 


http://www.dbox.art.br/