quarta-feira, 30 de novembro de 2011

RECICLAR FAZ PARTE

  Na decoração reciclar também faz parte.
  Com bom-senso e bom gosto podemos reciclar algumas peças, alguns objetos, e torná-los utencílios incríveis para a decoração de sua casa.
  Hoje a indústria utiliza deste artifício para criar peças que se pareçam recicladas, mas você mesmo pode produzir seu próprio móvel, ou adorno.
  Algo importante é ter o cuidado para não "carregar" o ambiente, não torná-lo poludído demais visualmente. Se for brincar com as cores, leve em conta um ambiente mais neutro em sua totalidade.
Para áreas externas as cores caem melhor, pois dão contraste pela grandiosidade do espaço.





  Na primeira foto, estas cadeiras de piscina foram feitas com base de caixote, utilizadas em grandes atacadistas para apoio das mercadorias; Já na segunda foto a mesinha de centro foi produzida com gravetos cortados todos no mesmo tamanho, colados e utlizado um tampo de vidro. Na terceira foto a pequena estante foi feita a partir de caixas de frutas, que podem ser encontradas em Ceasas ou em grandes Sacolões. Na quarta foto, vidros diversos foram pintados com tinta própria para vidro, e presas com arames, criado luminárias que podem ser utilizadas de diversas formas e em locais distintos. Na quinta foto, a indústria utilizou a idéia de reciclagem para criar um lustre de bolinhas de pingue-pong, bem criativo, o que não impede de ser criado por um leigo; e na última foto, os pneus foram magnificamente bem aproveitados em um jardim, pintados, dão uma aspecto alegre e o meio ambiente agradece.
  Hoje a importância da reciclagem, não apenas de materiais, objetos, mas também móveis em bom estado é importante. Se temos um móvel que está em bom estado, podemos trocá-lo, vendê-lo, doá-lo, ao invés de jogá-lo no lixo, em um lote vago, em um canto  no quintal, pois afinal este pode ser útil a outra pessoa. Devemos pensar no amanhã, onde não teremos espaço  para "jogar nossos lixos" e sim para reciclá-los, então vamos começar agora. O que não nos serve mais, serve a outra pessoa.

Nenhum comentário: