terça-feira, 25 de setembro de 2012

A ESCOLHA DO SOFÁ E POLTRONA

   No momento da escolha de sofás e poltronas deve-se levar em consideração não apenas a beleza e a combinação de cores, também é essencial avaliar o conforto que o móvel proporciona, pois depois do colchão, o sofá é o item da casa mais utilizado, afinal tem pessoas que passam horas diante da TV e uma escolha errada pode acarretar desconforto e problemas de saúde.
   Alguns pontos são importantes de se observar como, o tipo físico das pessoas que irão utilizar o sofá ou poltronas, quando, por exemplo, uma família, deve-se levar em conta a pessoa mais alta da casa porque as demais irão se adaptar ajustando com almofadas de apoio.


                                                                       
   Ao comprar um sofá ou poltrona deve-se testá-los, sentar confortavelmente, perceber se os pés ficam apoiados no piso. Assentos profundos deixam os pés suspensos, atrapalhando a circulação sanguínea para as pernas. Já os estreitos nos fazem escorregar do estofado. Outro fator interessante são os braços que devem ficar em repouso sobre o corpo ou apoiados nas laterais do estofado, pois braços erguidos sem sustentação por muito tempo, principalmente durante leituras, resultam em lombalgias.

                                                              
   Ao contrário do que se pensa, nem sempre maciez sinônimo de conforto, para ser anatomicamente agradável, o estofado tem que estar no meio-terno entre o macio e o firme.
   As melhores composições são molas cobertas por um tecido encorpado, uma boa camada de espuma, manta acrílica e por último o estofamento, além é claro da escolha do tecido que irá cobri o sofá.
   Os tecidos devem ser agradáveis ao toque. Passando o punho sente-se a maciez da superfície com mais sutileza, pois a área do corpo é mais sensível. Alguns tecidos são mais agradáveis a resistentes também como: linho, veludo, sarja peletizada, chenile e microfibra.


                                                                            
     Um fator de extrema importância são as dimensões no momento da compra. Sempre leve as medidas, pois os tamanhos maiores nos levam a sensação de conforto e nos remetem a compras incorretas, medidas desproporcionais são decepções futuras.
   Assentos retráteis e encostos reclináveis estão em alta, mas não funcionam bem em qualquer sala, principalmente se não houver espaço para que o sofá possa reclinar e funcionar como uma chaise. Então, preste atenção, porque este investimento poderá ser em vão.
   Sofás com chaises fixas são peças charmosas, mas devem ser utilizadas em ambientes que tenham espaço de circulação para tal. Caso esse não seja o caso do ambiente, opte por chaises retráteis, serão funcionais e confortáveis para os momentos de assistir à TV.



                                                                    
   Defina qual o ambiente que o sofá irá compor: por exemplo, living ou home theater. No caso do living, o estilo da decoração é o mais importante. No caso do home, o conforto é o essencial.
  
                                                                               

 
   O mais importante é que você se sinta bem com seu sofá, tanto no que se refere ao visual quanto ao conforto! Ele tem que agradar. Tem que ter a ‘sua cara’ e o seu jeito.